Diogo Cardoso

Simplício

No Bairro da Usina nasci, e lá permaneço até hoje, nos Alpes Tijucanos. Fui escoteiro grande parte da minha vida, e também atleta federado de polo aquático do Tijuca tênis Clube. No bairro da Tijuca que iniciei a minha trajetória artística, no Centro de Estudo Artístico Experimental, idealizado e coordenado por Ana Kfouri, onde também permaneci por quatro anos estudando teatro em diversas oficinas artísticas. Foi o tempo certo de largar a faculdade de administração, me formar em jornalismo, e ter a certeza de que eu seria uma espécie de tudo isso e ainda ator. Atuando no espetáculo Peer Gynt da Companhia do Pequeno Gesto, que eu tomei gosto pelo palco e pelo trabalho artístico, o que me levou a encarar mais profissionalmente a atuação. O Palhaço surge como uma oportunidade de trabalhar coletivamente com os meus colegas do Grupo Roda Gigante, fundado em 2009, e também como possibilidade de investigar e aprofundar essa linguagem que tanto exercitamos. Também atuei em espetáculos premiados, como Savana Glacial e As Quatro Direções do Céu, e em diversos trabalhos de publicidade e televisão, como a série Milagres de Jesus da Rede Record, onde interpretei Judas Iscariotes.

gruporodagigante